Uma noite de desafio com os top bartenders de São Paulo

Bambas da mixologia se reúnem na Brasserie des Arts para criar drinques com Ice Tropez, bebida à base de vinho e aroma de pêssego importada da França Por Sergio Crusco

imagem_release_365733
Beach Tropez: primeiro drinque criado com Ice Tropez por Marcelo Serrano

Sabe o que acontece quando alguns dos melhores bartenders da cidade se reúnem para um desafio? Uma evolução de sabores, um desfile de cores que lembra os tempos das competições de fantasias de luxo dos velhos carnavais. Mas aqui Clovis Bornay e Wilza Carla (o rei e a rainha da folia no tempo da vovó) não se estapeiam pelo primeiro lugar, nem voam plumas. É um encontro amistoso em que não faltam harmonia, suíngue, charme e simpatia. A movimentação dos bartenders no balcão é digna de bateria nota 10. E o resultado, para quem está do outro lado, um deslumbre: cada drinque, uma alegoria.

O desafio da noite é criar um coquetel com Ice Tropez, bebida à base de vinho branco e aroma natural de pêssego – uma espécie de Bellini com sotaque francês. O anfitrião é Frederic Renaut, gerente da filial paulistana da Brasserie des Arts, e o mixologista Marcelo Serrano, o mestre de cerimônias. Serrano já havia colocado no cardápio da Brasserie o drinque Beach Tropez (veja receita abaixo) e agora convida uma turma de bambas para criar novas alquimias.

edit_cobblers_tropez
Cobblers Tropez

Cada bartender tem o tempo regulamentar de 30 minutos para preparar sua receita, e a festa começa com o Cobblers Tropez criado por Serrano, com vodca, limão, xarope de tangerina, pepino, framboesa e mirtilo. O coquetel impressiona pela profusão de cores, ganha nota máxima no quesito luxo e refrescância.

edit_Ice_tropez_balsamic_brumble
Balsamic Brumble

Marcelo Vasconcellos, da Casa 92, oferece o Balsamic Brumble, com vodca, redução de aceto balsâmico, mirtilo, baunilha, casca de laranja e mix cítrico à base de limão siciliano, limão taiti e grapefruit. Para finalizar, um shot de cassis. Perfeito para quem gosta de drinques adocicados.

edit_o_iluminado
O Iluminado

Sylas Rocha, do Noh Bar, aposta no estilo Spritz para criar O Iluminado, com licor de aipo, vodca citron, limão siciliano e limão Taiti. “É um drinque de país tropical, bem refrescante”, diz. Sem muitos ingredientes, O Iluminado conquista pelo equilíbrio de sabores: fácil de beber e de pedir outro.

edit_drake_tropez
Drake Tropez

Com o Drake Tropez, Marcio Silva, embaixador mundial da Cachaça Yaguara, propõe uma aula de história, já que se inspirou no chamego dos piratas com a cachaça brasileira. Sim, antes do rum, que passou a ser fabricado em Barbados quando os holandeses foram expulsos de Pernambuco, era com pinga, veja só, que os corsários faziam a cabeça e tocavam terror nos litorais. O drinque de Marcio leva cachaça, hortelã, bitter de pêssego, licor de melão. Parece um mojito, só que com mais bossa e teor alcoólico acentuado. Do tipo “vá com calma”.

edit_green-Tropez
Green Tropez

Em seguida vem Derivan de Souza, do Bar Numero, e seu toque de mestre. Ele mistura o Ice Tropez a vodca, St. Remy e xarope de maçã verde, finalizando a decoração com uma fatia de carambola. “É um drinque social, com bastante gelo e um toque de charme, bom para a piscina. E tem de ser bonito, porque as pessoas também bebem com os olhos”.

edit_flor_tropez
Flor Tropez

O último coquetel da noite é o Flor Tropez, de Rafael Pizanti, do Barê. Sua alquimia é sutil, com gim, licor de lichia, vermute seco e um pouco de limão siciliano. Todas as notas estão lá: o a doçura do Ice Tropez, o amargo do bitter, o cítrico do limão. E o charme da florzinha boiando na taça. Alguns dos drinques preparados com o Ice Tropez serão servidos nas respectivas casas onde os bartenders atuam, como o Green Tropez, de Derivan, que já tem espaço garantido no cardápio do Bar Numero. A festa completa? É que nem desfile de escola de samba: quem viu, viu. Agora é esperar pela próxima.

bartenders_reunidos
Os feras reunidos no dia 16 de março: Derivan de Souza, Marcio Silva, Marcelo Serrano, Rafael Pizanti, Sylas Rocha e Marcelo Vasconcellos
*

ICE TROPEZ

ice-tropezO Ice Tropez é uma bebida fácil, que tem tudo a ver com piscina, praia, lounge ou passeio em alto mar. Basta ver sua garrafinha elegante para imaginar a cena: juventude dourada na orla de Búzios ou no litoral norte de São Paulo… Aqui no Brasil ele pode ser comprado pelo ecommerce Fashion Drinks ou provado na própria Brasserie des Arts. Puro ou em algumas das criações de Marcelo Serrano. American-bartender RECEITA DE BEACH TROPEZ Ingredientes 50 ml de vodca 50 ml de suco de lima-da-pérsia 125 ml de Ice Tropez Pimenta rosa em ramos para decorar Gelo Modo de preparo Coloque os ingredientes em uma coqueteleira (menos a pimenta rosa), com bastante gelo e agite bem. Coe a bebida em um copo com gelo e um ramo de pimenta rosa. Dica do bartender: se preferir, decore com casca de lima-da-pérsia no lugar da pimenta rosa. Créditos das fotos: Drinque Beach Tropez e Garrafas Ice Tropez (Divulgação), demais drinques (Sergio Crusco), Bartenders reunidos (Reprodução/Instagram Ice Tropez), Ilustração Bartender (Reprodução/clipart)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s