Tempere seu Gim ou Porto Tônica com especiarias, pimentas e frutas

É fácil criar um drinque bem diferente e aromático à base de tônica: veja o que há de bom no armarinho de temperos ou pense seriamente nisso na próxima visita ao mercado

Por Sergio Crusco

Porto Tonica4_Tasca_Lucas Terribili
Porto Tônicas charmosamente aromatizados e servidos em potinhos na Tasca da Esquina

Em Portugal e na Espanha é uma sensação: mercados descolados vendem kits lindos para incrementar o seu Gim ou o seu Porto Tônica. São caixas luxuosas com vidrinhos de especiarias, flores e chás que dão aquele twist todo especial ao drinque. Quem gosta desse tipo de coquetel quase não resiste. Mas aí você pensa no preço (os mais caros estão na faixa dos 50 euros), no perrengue que vai ser transportar a caixa e finalmente lembra que por aqui existem maravilhas como a paulistana Zona Cerealista, onde é possível comprar tudo fresquinho e a granel.

Alecrim1O quê? Baunilha, cardamomo, pimenta da jamaica, pimenta rosa, alecrim, coentro, tomilho, canela em pau, anis estrelado, semente de café, pétalas de rosa, zimbro, flor de hibisco, manjericão, cravo da índia, hortelã e outras coisinhas cheirosas que você pode testar de caso pensado ou na base do “vamos ver o que tem no armarinho de temperos”.

Mas como usar esses ingredientes na medida certa e extrair o máximo de seu sabor e aroma? Aí entra quem entende do riscado, Hugo Arriaga, gerente do restaurante português Tasca da Esquina, com filial em São Paulo. Não é nada complicado: as especiarias usadas para temperar os portonics da casa são fortes o suficiente e não exigem infusão, maceração e outras técnicas que levam horas ou dias.

Hugo ensina: coloque as especiarias antes da bebida num copo longo. Despeje 50 ml de vinho do porto branco seco, doce ou gim, com gelo a gosto em seguida. Na hora de completar com a água tônica, apoie a colher perpendicularmente à parede do copo e despeje o refrigerante suavemente. Não faça um louco redemoinho na hora de mexer. Vá devagarinho, para manter o gás. Toques cítricos, como um pouco de suco de limão ou uma casca de laranja espremida, caem bem. E está pronto, pois.

As receitas da Tasca da Esquina

cardamomoSe quiser começar pelo que já foi aprovado pelos clientes da Tasca, anote:

Porto doce branco, água tônica, casca de limão e manjericão.

– Porto seco branco, água tônica, casca de limão siciliano, suco de limão cravo, cravo-da-Índia e anis estrelado.

– Porto doce branco, água tônica, casca de limão, casca de laranja, suco de laranja, hortelã e canela.

– Porto seco branco, água tônica, maracujá, cardamomo, tomilho e limão.

Vai lá: Tasca da Esquina, Alameda Itu, 225, tel. (11) 3262-0033

Tônica das Cordilheiras

tonicSe quer ainda mais luxo no Gim ou no Porto Tônica, experimente a Tônica 1724, fabricada no Chile com quinina das cordilheiras peruanas, cana de açúcar e frutas cítricas colhidas na Argentina e água da Patagônia. 100% natural, ela surpreende pelo sabor: nada daquele amargão que você conhece. A mistura de amargor e doçura é sutil e não nos faz travar a boca ou fazer cara de azedo. Até quem não é fã de tônica periga acabar gostando. No Brasil, ela é importada pela Mr. Man.

Para inspirar a sua próxima sessão de coquetelaria

*

Créditos das fotos: Porto Tônicas da Tasca da Esquina (Divulgação/Lucas Terribili), Tônica 1724 (Divulgação), Alecrim e Cardamomo (Reprodução).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s