0

Vinhos da argentina Viñas Don Martin ouvem música clássica na bodega

Um empresário suíço que é fã de Malbec e um vinhateiro alemão que cuida de seus mostos com a música dos grandes mestres. Isso dá samba – e ótimos vinhos. Lá em Mendoza, na Argentina…

Por Sergio Crusco

bodega_don_martin_argentina

Cave das Viñas Don Martin, na região de Mendoza, Argentina

Felix Martin Altorfer nasceu na Suíça e, durante os períodos de férias, seu pai dava um pulo na França. Era fã dos vinhos vizinhos, especialmente os de Bordeaux. Voltava com o bagageiro cheio. “E os filhos tinham de ajudá-lo a tomar tudo aquilo”, ele conta. Vejam que chato.

Martin cresceu, tornou-se executivo de uma empresa multinacional, viveu anos em São Paulo, rodou o mundo e provou outros sabores. Hoje dá até uma esnobadinha em Bordeaux, nem acha a região tão sensacional assim. Prefere vinhos chilenos, espanhóis e portugueses. Mas o xodó de verdade, no duro, está na Argentina: a uva Malbec. Continuar lendo

0

Cervejaria Dádiva chega com pelotão de cervejas encorpadas para aquecer esse inverno

Tem o trio de Russian Imperial Stouts Odonata (com passagem em madeira usada no envelhecimento de destilados), mais uma Barley Wine, uma Tripelbock e uma Imperial Porter. Desculpa para espantar o frio com cerveja não falta!

Por Sergio Crusco

Odonata_ dadiva

As Odonatas #4, #5 e #6, cada uma repousada por três meses em barris usados para rum, single malt e cachaça, respectivamente

Ui, chegou a frente fria. Aquela que todo mundo temia. Em vez de reclamar da situação polar no Facebook, que tal agasalhar-se com alguma bebida encorpada, alcoólica, calorosa? A cervejaria paulista Dádiva foi uma das que bem se preparou para a estação com um grupo de rótulos poderosos e robustos lançados recentemente. Senta que lá vem muita novidade… Continuar lendo

0

O bartender Marcelo Serrano volta à cena a bordo do Veríssimo Bar

Depois de um tempinho afastado do balcão, o mestre de alquimias sutis cuida das cartas de bebidas do grupo Cia. De Gastronomia e Cultura, comandado pelo chef Marcos Livi. No Veríssimo, você pode conferir a primeira carta completa

Por Sergio Crusco / Fotos: Luna Garcia/Divulgação

Drink Verissimo _ Luna Garcia Catalão

Catalão: jeitão de Sangria com vinho tinto, Aperol, gengibre, tônica e xarope

Os fãs dos bons coquetéis ficaram acabrunhados quando o bartender Marcelo Serrano anunciou sua saída do Brasserie des Arts, há alguns meses. Era uma senhora baixa no “time A” de mixologistas da cidade, pelo menos para quem gosta de fincar os cotovelos no balcão e apreciar o balé das coqueteleiras. Após a partida, o plano imediato de Serrano foi tornar-se embaixador dos xaropes franceses Monin (cargo que ainda ocupa), mas não demorou muito para que ele fosse fisgado de volta para dentro do bar. Continuar lendo