Os drinques de Paulo Cesar Corghis para o Oak, o bar de cima do Cateto Pinheiros

 

Para quem gosta de coquetéis mais potentes, a nova carta elaborada pelo bartender Paulo Cesar Corghis para o Cateto, é pura perdição. A começar pela receita com três tipos de bourbon, dois vermutes e bitter, inspirada no Rat Pack, a turma da pá virada de Frank Sinatra

Por Sergio Crusco

www.raphaelcriscuolo.com.brFoto: Raphael Criscuolo ATENÇÃO:
Ocean’s Eleven: trago inspirado no Rat Pack, complexo e alcoólico

A lista de ingredientes do coquetel Ocean’s Eleven (R$ 33), da nova carta do Cateto Pinheiros, parece um convite à orgia alcoólica. Tem dois bourbons (Wild Turkey 81, Woodford Reserve), um Tennesse Whiskey (Jack Daniel’s Nº 7) dois vermutes (Noilly Prat e Cinzano Rosso), licor Grand Marnier, bitter Angostura Aromatic e um zest de casca de laranja bahia. É um drinque complexo e potente, sem dúvida. Uma das invenções do bartender Paulo Cesar Corghis para a carta do Oak Bar, que fica na parte de cima do Cateto Pinheiros e desde o ano passado reforça a oferta etílica da casa, famosa pelas cervejas.

Esse fuzuê em forma de coquetel faz sentido quando pensamos na inspiração de Paulo para a receita: o Rat Pack, turma da pá virada, liderada por Frank Sinatra, que apavorava Las Vegas e outras cidades coruscantes e agitadas dos Estados Unidos. Frank, Dean Martin, Sammy Davis Jr., Joey Bishop e Peter Lawford eram o núcleo do grupo, em torno do qual bebericavam outros boas-vidas e mocinhas sacudidas como Marilyn Monroe, Judy Garland e Shirley MacLaine, na virada da década de 1950 para 1960.

rat_pack_2
Frank Sinatra, Dean Martin, Peter Lawford, Joey Bishop e Sammy Davis Jr.: inspiração etílica

Entrei na dança suingada da turma e ataquei com alguns drinques mais alcoólicos da seção de novidades lançada por Paulo, que assume o balcão do Oak (a nova carta tem 20 coquetéis, alguns mantidos do cardápio anterior). O Flor de Jerez (R$ 27), por exemplo, leva a cachaça Sugar Cane Soul, jerez El Maestro Sierra Fino, Cynar, bitter Cateto (receita da casa) e uma fatia de laranja bahia. Tem pegada. A cachaça bem amadeirada, a acidez e o toque oxidado do Jerez formam uma bela harmonia na boca.

A Sugar Cane Soul, para quem ainda não provou, é a cachaça da casa, blendada a partir de quatro líquidos envelhecidos em amburana, carvalho americano, bálsamo e castanheira. Este foi um dos diversos blends elaborados pelas cachaçarias Quinta das Castanheiras e Pardin, e apresentado no Cateto em noite de votação. O blend campeão foi engarrafado e é vendido no bar por R$ 100 a garrafa de 750 ml.

cateto_pinheiros_flor_de_jerez_sugar_cane_soul
Sugar Cane Soul, a cachaça do Cateto, e o coquetel Flor de Jerez

Quem ainda quer potência vai encontrar conforto no Russian Martini (R$ 29), com base de gim e, como coadjuvante, vinho do porto branco seco em vez do vermute. No lugar da azeitona ou da cebolinha, um pedaço de picles de beterraba preparado com cravo, canela, baunilha, suco de laranja e outras mumunhas mais. “Essa beterraba é usada em alguns pratos da casa e, na hora em que a provei, pensei imediatamente em usá-la na coquetelaria. Ficou bem interessante nesse Martini, dando ao drinque um toque ácido e salgado”, diz Paulo Cesar. Um pouco da calda do picles é despejada no fundo da taça e só faz melhorar os últimos goles.

Para quem faz a linha refrescante, mas nem tanto (ácida, melhor dizendo), uma boa pedida é o Navy and Glory (R$ 29), com o brasileiro Beg Gin, licor de bourbon Southern Comfort, espumante brut Bossa Nº 1 (da catarinense Vinícola Hermann), xarope de orgeat, suco de limão siciliano e um anis estrelado fazendo o garnish e espalhando aroma.

A turma do teor alcoólico reduzido também vai ficar feliz com a boa seleção de cervejas artesanais que faz a fama da casa desde sua abertura, no bairro da Mooca. Para tabelar, a prata gastronômica da casa são os queijos e embutidos de produtores artesanais do estado de São Paulo.

www.raphaelcriscuolo.com.brFoto: Raphael Criscuolo ATENÇÃO:
Russian Martini: Versão do dry com gim, porto branco seco e picles de beterraba

Vai lá: Cateto Pinheiros, Rua Francisco Leitão, 272, tel. (11) 3063-5220. Terça e quarta, das 18h às 2h; quinta e sexta, das 18h à 1h; sábado, das 13h à 1h; domingo, das 13h às 23h.

Créditos das imagens: Raphael Criscuolo/Divulgação (Ocean Eleven e Russian Martini), Sergio Crusco (Flor de Jerez), Reprodução Internet (Rat Pack).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s