0

Doce nostalgia em Londres

Na loja A.Gold, no leste londrino, o brasileiro Paulinho Garcia vende delícias inglesas e comidas caseiras. E uma bebida tradicional dos recém-casados britânicos: English Mead, feita de mel

Por Cristina Ramalho

agold-deli-spitalfields

Fachada da A.Gold – Traditional Foods of Britain, em Spitalfields, Londres

Amelia Gold, húngara, judia, boa de vendas e com mãos leves para a moda, chegou no East End londrino em 1880 na leva de imigrantes fugidos da Rússia e países vizinhos. Era uma moça esperta: mal saiu e, no ano seguinte, o czar Alexandre foi assassinado e teve início uma perseguição aos judeus e às minorias do Leste europeu. Logo ela abriu em Londres sua pequena loja, pertinho da igreja de Spitalfields, 42 Brushfield Street. A placa está lá até hoje: A.Gold (em letras grandes, imponentes), seguido de French Millinery escrito em letra cursiva, feminina, que parece dançar no letreiro. Millinery é a arte de produzir chapéus, e não qualquer chapéu. Os melhores.

Continuar lendo