Sobre

Uns bons dringues

Certa vez ouvimos a história de uma moça que queria se libertar, o que significava ter sua própria casa, chegar do trabalho e, longe dos olhares de uma família conservadora, sentar-se numa poltrona que pudesse chamar de sua, “fumar um cigarro e tomar um bom dringue” (isso bem antes da musa Luisa Marilac estourar no YouTube). Desde então nunca mais conseguimos usar as palavras drinque, dose ou coquetel. Tudo virou dringue, da caninha ao mais fino champanhe. Esses e outros papos de uma longa amizade pessoal e profissional nos inspiraram a criar o blog, com um pouco de tudo o que falamos e sorvemos por aí: vinhos, cervejas, uísques, caipirinhas, cafezinhos… os bons dringues. O tempero é a nossa paixão por filmes, música, literatura, andanças e conversa fiada. Escolha sua bebida e sinta-se à vontade para papear. Vamos contar algumas historinhas, entrevistar especialistas no assunto e gente que gosta de beber e comer bem. E sempre botamos músicas boas em cada post. Cheers, saúde, timtim!

cris1Sou Cristina Ramalho, jornalista, escrevo matérias, livros, HQs, identidade verbal para empresas, o que pintar. Colaboro no caderno de cultura do jornal Valor Econômico e faço frilas para revistas como TripFlorense, Gol. Já trabalhei nas redações do Estadão, JT, O Globo, Veja, Viagem e Turismo, Folha de S. Paulo, Brasil Econômico, sempre pendendo para o lado leve da vida: artes, moda, comida, viagens, comportamento. Também escrevi para Serafina, Icaro, Marie Claire, Mag!, várias revistas que existem, outras que fecharam, editei algumas customizadas. O livro que mais gostei de escrever: Aprendi com Minha Mãe, com histórias de mães de muita gente bacana e uma sobre a minha mãe. Meus livros, crônicas (até as daqui do Dringue) e entrevistas estão no Ramalhetes (endereço: crisramalho.wordpress.com ), um blog/portfólio do que faço e fiz por aí.

CAM00053

Sou Sergio Crusco e levo vida de freelancer no jornalismo, depois de ter passado por algumas redações em São Paulo. De passeios pelas Ilhas Gregas com Glória Maria a técnicas de congelamento do sêmen canino, o cotidiano de um jornalista especializado em generalidades vai do gostoso ao espinhoso em um piscar de olhos. Colaboro há alguns anos para a revista Casa e Comida, da Editora Globo, escrevendo sobre bebidas, o que me deu certa intimidade com o tema e a vontade de conversar mais nesse blog. Sempre com uma música na cabeça, com a lembrança de um filme ou de uma boa história, gosto de brindar o encontro, inventar comidinhas, viajar, falar com quem entende profundamente de algum assunto e provar novos gostos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s